Redemoinho de sentimentos

Cá estou eu, um homem já feito, bem mudado quando comparado com menos idade, livrando-se dos seus preconceitos mas tem algo que ainda incomoda, que é o fato de ser sentimental demais e fechado ao mesmo tempo, assim, sempre, se machucando e acabar sentado sozinho chorando, na frente de um computador e ouvindo músicas depressivas. Essa que fazem com que me sinta cada vez pior e não ter quem olhe por mim, faz com que me sinta de alguma forma meio invisível ou ignorado mesmo, já que a maioria das pessoas tem problemas mais importantes para olhar para algum "próximo". Não sei qual rumo minha vida vai tomar, mas que melhorar não vai, ah, isso é certo. Sempre pessimistas, para baixo, um alguém que não sabe e nem quer manter muita gente por perto; um pouco por desconfiança, outro pouco por saber que não é tão interessante assim e sua vida menos ainda. Não há nada de atrativo, nada de belo. A não der a dor, essa é indiscutivelmente a mais linda de todos os sentimentos de minha vida, talvez por ser o único sentimento existente.

 Pedro Porto

Sobre Fixação Literária

Fixação LiteráriaSomos jovens escritores que almejam um lugar nesse vasto campo que é o universo literário e termos a chance de acrescentar na amargura do mundo uma gota de criatividade, duas colheres de elegância e uma pitada de imaginação. Créditos imagem - Mell Galli
Recommended Posts × +

0 comentários:

Postar um comentário