Resenha - Louca Obsessão


Annie Wilkes, como não amá-la?

Sentimento de amor e ódio tenho por você. É até agora, o livro que mais gostei de King, um livro absolutamente fantástico e que tem de tudo, amor possessivo à tortura dão um charme nessa obra. 
A forma doentia que a loucura é tratada para o personagem, sentimos a agonia de quem é torturado, torcemos para que fuja, torcemos para que ele mate, é uma mistura de sentimentos e dúvidas que faz de 'Misery' um ótimo livro. King não deixou seu lado negro de lado em qualquer momento, a cada página sentimos a aflição de "Agora vai sair daí!" Ou "Agora vai morrer", "Agora vai ser descoberto!", você torce, vibra por cada página virada.
É um ótimo livro para ser devorado em poucos dias, porque é tão bom que não cairá no esquecimento, porque você está ali, querendo saber o que vai acontecer na próxima página, o que vai acontecer no próximo capítulo. Satisfação garantida, excitação garantida, e dinheiro bem gasto, até porque, quem lê, sabe a frustração que é de comprar um livro que as vezes sai caro, e quando lê, não vale todo aquele dinheiro!
Annie Wilkes é quem marca essa estória, ela que faz ficar tão boa, você tem um sentimento de amor e ódio por ela, como disse no início desse texto. 
É o livro que mais indico de Stephen King para ser lido, indico ele primeiro que Carrie, que It, O Apanhador de sonhos ou qualquer outro. 
Leiam, e deliciem-se com esse suspense MA-RA-VI-LHO-SO!

Misery, Louca Obsessão
Autor: Stephen King
Ano de publicação: 08/06/1987
NOTA: 10

Anderson R.

Sobre Fixação Literária

Fixação LiteráriaSomos jovens escritores que almejam um lugar nesse vasto campo que é o universo literário e termos a chance de acrescentar na amargura do mundo uma gota de criatividade, duas colheres de elegância e uma pitada de imaginação. Créditos imagem - Mell Galli
Recommended Posts × +

0 comentários:

Postar um comentário