5 Dicas para Escrever um Bom Livro

Não é vergonha nenhuma admitir que nem sempre temos as melhores ideias, quando se trata de escrever um livro então as coisas podem fugir do controle e criamos ideias e ideias malucas e no fim escrevemos algo que não sai exatamente como a gente queria, não é verdade?

Para você, iniciante no mundo literário, eu (Iago Victor, autor de 3 livros) tenho algumas dicas que podem te ajudar:

Escolha o tema que você quer:  Você pode escrever um romance, escrever drama, escrever ficção científica, suas possibilidades são ilimitadas. Saiba escolher o tema em que você mais tem conhecimento, esse é o primeiro passo para fazer seu sonho se tornar realidade.
 

Tome cuidado com influências: 
A primeira coisa que nossos amigos e familiares fazem quando descobrem que estamos escrevendo um livro é interferir diretamente ou indiretamente. Eles querem colocar elementos que "acreditam ser legais" e nós, como autores, pensando apenas nos leitores próximos acabamos os ouvindo e muitas vezes mudamos todo o enredo da história, sem pensar no impacto que isso causará no livro final. Procure sempre a opinião de especialistas!

Se está chato escrever, será chato ler: 
Em determinadas partes de um livro as nossas ideias desaparecem, isso acontece com todo mundo. Se você está escrevendo um trecho e sente que aquele processo está muito chato, tenha certeza que seus leitores, ao lerem aquele mesmo trecho, vão achá-lo chato e podem desistir de ler o livro todo. Mesmo em partes monótonas da história, utilize recursos narrativos que prendam o leitor e não que o façam bocejar.

Terminei meu livro, vou mostrar para meus familiares: 
Experiência própria, depois de terminar um livro, revise-o ou pague um revisor para que ele trabalhe sua obra, ele é um especialista e pode te ajudar, além de resolver erros gramaticais ele ainda pode te dar dicas sobre o nicho de mercado que seu livro pode alcançar. Os familiares muitas vezes empregam suas opiniões pessoais e na febre de agradar todo mundo nós cedemos e detonamos nosso próprio trabalho.

Revisei tudo, vou mandar para todas as editoras do mundo!
 
Não! Mil vezes não! Esse é o erro mais comum que nós escritores cometemos. Procure sempre saber sobre a editora a que você envia seu trabalho, e só envie seu trabalho para qualquer editora após conseguir o registro de Direitos Autorais conferido pela Biblioteca Nacional e o Escritório de Direitos Autorais. Feito isso, procure nos catálogos das editoras se existem livros de gênero semelhante ao seu, se a resposta for sim então existem grandes chances deles comprarem sua ideia, caso contrário, procure uma editora que faça publicações no gênero em que você escreve.

Se gostou das dicas, compartilhe e ajude mais escritores a alcançarem seus sonhos e fiquem ligados para mais dicas aqui na Fixação Literária.

Sobre Fixação Literária

Fixação LiteráriaSomos jovens escritores que almejam um lugar nesse vasto campo que é o universo literário e termos a chance de acrescentar na amargura do mundo uma gota de criatividade, duas colheres de elegância e uma pitada de imaginação. Créditos imagem - Mell Galli
Recommended Posts × +

0 comentários:

Postar um comentário