DESESPERO - STEPHEN KING

E se te acontecesse de estar viajando em família e no meio do caminho você ser sequestrado por um policial, alguém que deveria proteger a você e sua família? E se de repente, suas férias fossem tomada pelo medo, pela agonia de não saber se sairia vivo, de ver sua família ser morta um a um, e descobrir que isso é apenas um jogo dos espíritos? E se você vivesse esses últim
os dias em um completo: DESESPERO?

A história se passa em uma cidade chamada “Desespero”, onde muitas coisas macabras ocorreram ali, a cidade fora completamente dizimada em poucas horas, e você se envolve tanto com a história que não sabe como largar o livro, e sempre, e pensem nisso, SEMPRE tem uma criança envolvida quando a coisa é sobrenatural. Sempre tem a criança estranha, e esse não podia ser diferente.
A cada página virada, algo a ser descoberto, o medo de ter perdido algo nas páginas viradas. Mas se tratando de Stephen King, temos também a famosa “encheção de linguiça”, ele mesmo diz que não gosta disso, embora muitas vezes sejam necessárias, e nesse livro, pela primeira vez, vi que realmente era necessário. Stephen como o mestre do terror, te prende e não te solta, você vira um prisioneiro da cidade, em algum ponto se apega em algum personagem. E entre nós, tem a parte que você chora, quando tem um personagem entre a vida e a morte por ter sido atropelado por um bêbado, e a comoção é grande porque é uma criança, e o bêbado como sempre, sai impune, sem arranhões, e se pergunta “Deus é justo isso? Por que permite isso?”
Eu não vim aqui falar sobre personagem X ou Y, não vim falar qual foi melhor construído, ou o que deveria ter sido melhor explorado, eu achei esse livro como um todo fantástico. E vejam, EU achei,
MINHA opinião.
Não digo que esse livro é o melhor, ou está em um dos TOP 10 dos fãs aficionados na obra de Mr. King, mas com certeza está no meu, mas claro, até aparecer outro dele que entre e deixe ele para trás. Enquanto isso não vai acontecendo, ele vai ficando nessa lista dos meus “10 melhores”!
Pois é galera, falei pouco, e muito menos bonito, mas fui direto quanto ao livro. Já não basta a “encheção” que o livro tem, então para poupá-los leitura, vamos a algo direto, certo? Sejamos direto e deixemos a “encheção” com o mestre!
Leiam, deliciem-se, e sintam o gozo que é se desesperar com essa obra, garanto que irão gostar. Desesperem-se sem medo, sintam o medo de cada personagem envolvido. Como disse, sem envolver nome, mas uma dica importante, atenção à criança e ao escritor!

Abraço!

Sobre Fixação Literária

Fixação LiteráriaSomos jovens escritores que almejam um lugar nesse vasto campo que é o universo literário e termos a chance de acrescentar na amargura do mundo uma gota de criatividade, duas colheres de elegância e uma pitada de imaginação. Créditos imagem - Mell Galli
Recommended Posts × +

0 comentários:

Postar um comentário