Insuficiência Respiratória - Semana da Poesia

Olá, amantes da poesia e dos cânticos solenes da Literatura! Bem vindos ao Fixação Literária!

Matéria Original por: Iago Victor

Como vocês sabem hoje começa mais um evento especial aqui na Fixação Literária: a Semana da Poesia!

Vou trazer ao longo do evento, as melhores poesias dos melhores escritores (tanto contemporâneos quanto clássicos) para vocês conhecerem seus trabalhos e seus cânticos encantadores. Como alguns sabem, embora eu seja especializado em poesia épica, eu também sou fã de outros tipos de poesia e elegias, tanto que tenho por elas meu maior carinho. Vale lembrar também que essa semana serve também para nomear os melhores poetas e suas melhores poesias :)

A poesia que trago hoje é de um amigo meu e do Blog, muito talentoso e já apareceu aqui por diversas vezes, sendo ele um dos melhores poetas do século XXI (sim, me atrevo a dizer isso porque sou ousado). Deixo com vocês agora a poesia maravilhosa de Leonardo Lopes da Silva, retirada de seu livro "A Língua do Pulsar", pg 83:

INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA

Existem vezes que acordo fingindo estar dormindo.
A expectativa corre tão farta no peito que luz e
escuridão não fazem mais diferença. Só esse
ar pesado suado abafado e ilógico. O ar radioativo
que me fere as entranhas, tentando-me a fazer loucuras
nesse delírio tentador gradual e arredio.
Lá vou eu voar pelos ares. Me decompor em partes
minúsculas a bafejar em seu pescoço. Essa voz mínima
no teu ouvido, que todos pensamos ser consciência...
Porque sempre andamos na indiferença, não podemos
ver essa chama nos fustigando a ser diferentes dessa eterna
multidão sonâmbula.

São quilômetros e quilômetros e já começo a me apagar,
brasear.
Diante desse desejo avassalador, doendo até os ossos...
Estou escalando cada asfalto, cada escada, cada vez mais alto
até meu corpo, na expectativa de não desmaiar.
De não morrer dessa falta de ar
no meu corpo esse Everest da minha alma. Na certeza teus lábios
no caminho que expandem meus pulmões, eletrochocam
meu coração,
me enchem de você de ar de complemento de vida.

Por mais que eu ame a ideia de debater sobre o significado, destrinchar toda a essência desse canto, eu deixo-vos com a incerteza no ar, para que descubram sozinhos a beleza e a percepção dos clamores que nos levam à esse sentimento.

(Recordo ao leitor que os trechos aqui escolhidos para esse evento foram frutos de leituras e, somente com a autorização prévia do autor, publicamo-os aqui).

Eu sou Iago Victor e me despeço desejando-lhes grandes paixões e ares de aventura em suas vidas. Um grande abraço e até breve :)

Sobre Fixação Literária

Fixação LiteráriaSomos jovens escritores que almejam um lugar nesse vasto campo que é o universo literário e termos a chance de acrescentar na amargura do mundo uma gota de criatividade, duas colheres de elegância e uma pitada de imaginação. Créditos imagem - Mell Galli
Recommended Posts × +

0 comentários:

Postar um comentário