De todos os tipos de amor... o nosso!

Original de: Tânelly-Neriah
  Muitos falam sobre diversos tipos de romance e mais ainda onde eles possivelmente ou demasiadamente acontecem. 
    Há amores de carnaval, amores de trabalho, platônicos, de escola, de bar... de vida! As vidas eram tão diferentes, você tão popular jamais olharia para a garota com cara de nerd e que parecia estar sempre com raiva. Te encontrei enquanto tentava trilhar meu caminho tão despretensioso quanto a disciplina que cursamos juntos na Universidade, como prestar atenção em economia enquanto seu rosto lindo me olhava? 
  O encontro de olhares tão diretos e certeiros premeditavam  nossa junção. Enquanto esperei silenciosamente tudo se encaixar e a vida te trazer pra mim ou não, você me apareceu, melhor do que aqueles sonhos que a gente acorda sorrindo e reza pra poder dormir novamente só pra reviver o que sonhou. 
   O mundo parecia mais lindo e horizontes se abriram, você chegou e me ganhou, logo eu que nunca fui de ninguém, me vi sua, logo eu que nunca quis nada, quis você, me vi em seus braços e seus abraços apertados se tornaram minha redenção. Se eu tivesse encomendado à alguma divindade um alguém com seu cheiro, seu beijo, sua voz, com tudo seu, não sairiam tão perfeitos e imperfeitos ao mesmo tempo. O estado de contemplação e felicidade raiou na minha vida, você trouxe cor, me fez ver que posso ser bem mais do que imaginei.
   No final de cada dia tortuoso tem seu sorriso banhando com calmaria minha vida. Enquanto Frejat procura um amor que seja bom pra ele, eu só agradeço por ter encontrado você.

Texto dedicado à T.M.

Sobre Fixação Literária

Fixação LiteráriaSomos jovens escritores que almejam um lugar nesse vasto campo que é o universo literário e termos a chance de acrescentar na amargura do mundo uma gota de criatividade, duas colheres de elegância e uma pitada de imaginação. Créditos imagem - Mell Galli
Recommended Posts × +

0 comentários:

Postar um comentário