O Elefante de Caxemira | Resenha

Fala galera! Tudo bem com vocês? Como sempre estou eu aqui mais uma vez para trazer a resenha de um livro incrível e que envolve temas que eu amo, como o Universo e os conflitos entre nações. Conheçam mais um incrível livro publicado pela Chiado Editora:

Júlio Teixeira
O Elefante de Caxemira

   Como já é de praxe em nossas resenhas, abaixo colocarei a sinopse do livro e em seguida falarei um pouco sobre o enredo e minha opinião sobre a leitura. 
Sinopse:
Um jovem cristão, professor de uma Universidade de Boston, após descobrir um novo planeta, vê-se no dilema entre a fama e uma vida simples. Ao ser recrutado por uma Organização Secreta para trabalhar em um projeto espacial juntamente com uma equipe de novos cientistas, depara-se com a oportunidade com a qual sonhou desde a infância: uma viagem interestelar. Ele conhece um astrofísico indiano do qual se torna amigo, chegando a viajar para a região da Caxemira, onde presencia o conflito entre o Paquistão e a Índia. No oriente, em meio à destruição provocada por ataques terroristas e os assassinatos de cristãos, descobre uma nova amizade e um amor arrebatador que o fará repensar sobre suas escolhas. Uma história regada à tensão, aventura, amizade e amor o cercará continuamente, levando-o, por fim, a uma decisão que mudará o rumo de sua vida para sempre.


   Bom, agora falemos diretamente sobre o enredo do livro:

   No início da leitura, por conta do desenvolvimento dos primeiros capítulos e de todo o enfoque narrativo próprio de uma aventura ficcional ligada a viagens interplanetárias eu acreditei que o livro traria em seu interior justamente isso, uma viagem interplanetária que seria causada principalmente por conta da descoberta do planeta Noob. Nos primeiros capítulos a narração preocupa-se tanto em descrever os processos de física quântica que levam o leitor a crer que irá ler um livro sobre viagem espacial.
   Contudo, após a viagem do personagem principal para a região de conflitos na Caxemira o enredo se modifica totalmente, o foco deixa de ser a viagem espacial e começa a se desenhar um romance repentino e que se torna arrebatador na vida do personagem principal que se apaixona quase que instantaneamente ao ver em sua frente a mulher com quem ele havia tido uma visão.
   O interessante dessa história é que o autor consegue reunir passagens religiosas em diversos pontos da narrativa, demonstrando que era a fé que estava guiando o personagem principal, e ao mesmo tempo consegue apresentar um dos maiores problemas dos países do oriente médio, os conflitos religiosos. Essa inserção de assuntos conseguem fazer com que o leitor se sensibilize com a história, fato esse que ocorre por conta da narrativa descritiva executada com exímia destreza por parte de Julio Teixeira. Já no meio do livro o leitor consegue deduzir o que acontecerá no fim da história, mas mesmo assim a leitura o mantém preso, pois algumas reviravoltas fazem com que o leitor se surpreenda.


Da crítica:

   Um ponto que me deixou intrigado na narrativa foi essa mudança de foco ao longo da história, pois no começo o leitor tem uma ideia sobre o que será o livro, por conta das explicações sobre física e viagem interplanetária e todo o desenrolar dessas explicações. O leitor fica com o desejo de vivenciar essa viagem junto aos personagens, porém isso não ocorre.
  Apesar disso, a mudança de foco narrativo ocorre gradativamente, então não é um choque insuperável para o leitor, principalmente porque a história que se desenrola após essa mudança é tão interessante quanto, e por conta disso o leitor não fica desamparado.
   As passagens religiosas e sermões contidos no livro são ótimos para propiciar a reflexão de pessoas que possuem religiões cristãs, o que também é um diferencial na escrita do autor.


Se você gosta de física, cálculos matemáticos, romance e conflitos religiosos, sugiro fortemente que adquira essa obra, pois você não irá se arrepender.

Até a próxima \o/

Sobre Fixação Literária

Fixação LiteráriaSomos jovens escritores que almejam um lugar nesse vasto campo que é o universo literário e termos a chance de acrescentar na amargura do mundo uma gota de criatividade, duas colheres de elegância e uma pitada de imaginação. Créditos imagem - Mell Galli
Recommended Posts × +

0 comentários:

Postar um comentário